DestaquesPolítica

Reclusos de Vilhena reformam veículo da Semagri para atendimentos da Agricultura Familiar

Parceria do Centro de Ressocialização com a Prefeitura gera trabalho para população privada de liberdade e contribui para o município

Reclusos do Centro de Ressocialização Cone Sul realizaram recentemente reforma em veículo da Secretaria Municipal de Agricultura (Semagri) para atender pequenos agricultores em Vilhena. A recuperação de um caminhão de transporte que é utilizado nos trabalhos de entrega e transporte de verduras da secretaria é mais uma das parcerias da Prefeitura de Vilhena em utilizar a mão-de-obra de pessoas privadas de liberdade no município.

O caminhão de modelo ¾, ou veículo urbano de carga (VUC), é utilizado pela Semagri para o transporte de verduras e adubos para atender a agricultura familiar na zona rural de Vilhena. O trabalho de recuperação durou cerca de 10 dias, e contou com pintura, substituição de lâmpadas, troca de óleo, dentre outros reparos. Também houve a doação da madeira pelo Departamento de Estradas de Rodagem (DER), que foi utilizada para refazer parte da carroceria.

“Esta foi a primeira manutenção deste caminhão. Ele foi doado pela Seagri (Secretaria de Estado de Agricultura) através do convênio que temos com o Estado. Era necessário realizar alguns reparos e a secretaria tem uma parceria com o presídio Cone Sul, então o trabalho dos reeducandos da unidade prisional é convertida em redução de suas penas, ao mesmo tempo que os prepara à reintrodução na sociedade, enquanto geram benefícios para a comunidade local com trabalho digno”, aponta Edmar Rober, secretário municipal de Agricultura.

Eduardo Japonês, prefeito de Vilhena, aponta que o trabalho realizado pelos reeducandos colabora com Vilhena. “Acompanho de longa data o trabalho dos reeducandos no Centro de Ressocialização Cone Sul. Lá eles realizam várias atividades, além de aprenderem novas habilidades com parcerias nossas, através de plantio e assessoria da Semagri. Esta parceria economiza recursos públicos e ajuda para que eles possam ter novas oportunidades assim que cumprirem seu período de reclusão”, conclui Eduardo Japonês.

PARCERIA – Além do caminhão recuperado, os reeducandos já desenvolvem atividades como plantio experimental de abacaxi e alface, ao lado do Centro. A colheita é distribuída pela Semagri a organizações não governamentais do município, sem custo para estas.

CAMINHÃO RECUPERADO ESTÁ apto para exercer os trabalhos da secretaria em prol da comunidade

Fonte: Semcom

Da Redação do hojerondoonia

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo