Prefeito de Cacoal questiona estimativa do IBGE que aponta o Município com pouco mais de 86 mil habitantes

O prefeito de Cacoal, Adailton Fúria, questiona estimativa demográfica divulgada pelo IBGE em relação ao município, atribuindo-lhe uma população de 86.416 pessoas. Já em 2010, no último senso realizado, o Município já aparecia com 78.574 pessoas. O prefeito afirmou que esses dados não parecem fazer sentido, pois a cidade teve uma grande expansão urbana nesse período, tendo registrado nos últimos 10 anos o surgimento ou consolidação de dezenas de bairros, vários deles com grande número de habitantes. Não parece crível que nesse período a cidade tenha ganhado menos de 8 mil habitantes, tendo praticamente dobrado o número de bairros.

Só para se ter uma ideia, Cacoal conta hoje com 26 mil ligações de água registradas no Serviço Autônomo de Água e Esgotos (SAAE). Há casos em que uma ligação atende duas ou mais residências. Isto significa que é perfeitamente possível que cada uma dessas ligações atendam no mínimo 04 habitantes. Só aí teríamos cerca de 104 mil habitantes, sem contar a área rural. Somando a área rural, essa população poderia facilmente chegar a 120 mil habitantes. Outro dado relevante é que, segundo cadastro da Prefeitura, a cidade conta com aproximadamente 70 bairros. Mesmo que haja uma média de 1.500 pessoas por cada bairro, só no perímetro urbano teríamos 105 mil habitantes (cerca de 120 mil habitantes incluindo a área rural).

Outros dados que corroboram com a tese de que essa estimativa do IBGE não parece fazer sentido é que, segundo o Detran, Cacoal conta com aproximadamente 40 mil motos e 30 mil carros e caminhões, sem contar os veículos oficiais. Se levarmos em conta de que, para cada veículo, haja pelo menos 1,8 pessoas dependentes dele, só aí poderíamos estimar a população de Cacoal em pelo menos 126 mil habitantes.

Também é curioso que, segundo o Detran, Vilhena possui 10 mil veículos automotores a menos do que Cacoal, embora o IBGE aponte uma estimativa demográfica de aproximadamente 105 mil habitantes para aquele município. Algo que, mais uma vez, parece não fazer sentido, principalmente por que, em 2010, o mesmo IBGE mostrava Vilhena com 2 mil habitantes a menos do que Cacoal. Como justificar que lá tenha conquistado 18 mil habitantes nos últimos 10 anos e Cacoal menos de 8 mil pessoas em igual período?

De acordo com o prefeito Adailton Fúria, no caso das estimativas não refletirem a realidade, o município acaba bastante prejudicado, já que a estimativa populacional é utilizada pelo Tribunal de Contas da União (TCU) para o cálculo do fundo de participação de estados e municípios e são referência para vários indicadores sociais, econômicos e demográficos e consequentemente para os repasses de recursos para saúde, educação, segurança, entre outros setores.

alertacacoal.com.br

Imprimir

GOSTARÍAMOS DE OUVIR SUA OPINIÃO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui