Polícia

Policial é preso preventivamente pelo furto de armas de delegacia em Porto Velho

Armas haviam sido furtadas de depósito da Polícia Civil — Foto: Polícia Civil/Divulgação

 

Um policial civil foi preso preventivamente na última quinta-feira (11) pelo furto de armas da 5ª Delegacia de Polícia de Porto Velho. Outras duas pessoas foram presas durante o cumprimento de mandados de busca e apreensão. O crime aconteceu em dezembro de 2020.

Na quinta (11), 30 agentes cumpriram um mandado de prisão preventiva e nove mandados de busca e apreensão, expedidos pela 4ª Vara Criminal.

Segundo informações da Polícia Civil, em cerca de dois meses de investigação foi apurado que um policial civil teria se aproveitado da sua condição de servidor público para furtar objetos da delegacia. As armas eram fruto de apreensões.

O suspeito foi indiciado pelo crime de peculato, e se for condenado pode pegar até 12 anos de reclusão.

Ainda de acordo com a Civil, uma grande parte das armas furtadas foram localizadas em residências na Zona Sul da capital, onde haviam sido escondidas. Durante o cumprimento dos mandados, duas pessoas foram presas pelos crimes de posse irregular de arma de fogo e receptação.

A polícia continua trabalhando para recuperar as demais armas.

O caso

Armas que haviam sido apreendidas pela polícia foram furtadas de um depósito da Unidade Integrada de Segurança Pública (Unisp) em Porto Velho no dia 17 de dezembro de 2020. De acordo com uma servidora, a pessoa que levou o armamento não violou nenhuma das fechaduras.

A testemunha ainda contou aos policiais que dentro das gavetas mexidas pela pessoa suspeita haviam chaves que davam acesso ao depósito onde ficam guardadas as armas apreendidas. Armamentos que estavam armazenados em uma gaveta e no depósito foram furtados.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo