PC esclarece homicídios ocorridos em Cacoal envolvendo facção criminosa; oito são presos

A Polícia Civil de Cacoal, por meio da Delegacia de Repressão aos Crimes Contra a Vida (DERCV), concluiu a investigação referente ao homicídio de Diones Xavier da Silva, ocorrido em 18 de julho de 2021, às margens do Rio Machado, em Cacoal.

No decorrer das diligências foram arrecadados elementos robustos contra os investigados, razão pela qual se representou pela prisão temporária dos mesmos e consequentemente pela conversão em prisão preventiva, que fora cumprida nas cidades de Cacoal e Presidente Médici.

A vítima Diones possuía 25 anos, sendo que residia na cidade de Presidente Médici-RO, onde também já teria sido preso. Atraído pelos investigados, no dia 16 de julho de 2021, a vítima veio para a cidade de Cacoal, local onde ficou até ser assassinado, sendo um apartamento de um dos envolvidos e onde estavam também outros membros da facção PCC.

Naquele local foi estimulado a fazer uso de drogas e bebidas alcoólicas, sendo que na madrugada do domingo foi seduzido pelos investigados e levado até as margens do Rio Machado, onde foi executado com diversos disparos de arma de fogo.

Conforme demonstrado no inquérito policial, a vítima fora atraída a esta cidade pelos investigados, que previamente ajustados já tinham intento de ceifar sua vida.

O motivo do crime se firma no fato de que a vítima, embora fosse ligada à Facção Comando Vermelho (CV), teria se desvinculado desta e passou a buscar ligação com a facção (PCC) Primeiro Comando da Capital, sendo que estes desconfiando que a vítima queria obter mensagens privilegiadas planejaram e executaram o crime, o qual ainda foi gravado e replicado em grupos de aplicativo após edição com uma música que faz alusão à traição da referida facção.

Esse comportamento da vítima era de conhecimento dos investigados, inclusive um deles oriundo da mesma cidade da vítima e já tendo respondido a crime de homicídio, o qual se fez presente na recepção à vítima e na emboscada planejada para consumar sua morte.

Antes de sua morte também se sabe que a vítima já vinha sendo ameaçada.

Nessa fase, foram colhidos elementos indiciários em relação a quatro investigados, sendo eles D.H. A. de Lima, 29 anos; J. P. de A. Moura, 26 anos; W. A. Santos, 19 anos, e L.H. S. Nascimento, 28 anos.

No decorrer das investigações dois dos envolvidos foram presos por crime de tráfico de drogas e porte ilegal de armas de fogo, sendo que inclusive uma das armas apreendidas em posse deles (pistola calibre 765) confirmou-se por exame de comparação balística que fora a arma utilizada no crime.

Conforme se esclareceu no decorrer das investigações, os investigados faziam parte de uma organização criminosa, ocupando cargos na hierarquia destas, dentre elas a tarefa de promover de modo violento represálias à membros de facções rivais. Alguns destes investigados inclusive foram alvo de investigação, restando confirmado que um deles participou do homicídio de Wítalo Belmiro da Silva, ocorrido em 26 de maio de 2021 nas margens do Rio Pirarara, bairro Village do Sol, cuja motivação também está ligada à disputa de facções criminosas, e que fora

parte da primeira fase dessa investigação resultando na prisão de outros 04 investigados e o cumprimento de diversas medidas cautelares, a exemplo de Busca e Apreensão Domiciliar.

Também se conclui que após o cometimento desses crimes, os investigados faziam questão de divulgá-los de modo a dissuadir e intimidar outros membro da facção a manter-se fiel a ela, e da mesma forma demonstrar poder face a seus rivais.

A Polícia Civil ressalta a atuação conjunta da Polícia Militar, por meio de seu Núcleo de Inteligência e serviço ordinário (patrulhas), além do Núcleo de Inteligência (PC/RO), DERF-Cacoal, 1ª Delegacia de Polícia de Cacoal e Polícia Penal, cuja parceria tanto neste quanto em outros crimes de repercussão tem alcançado resultados satisfatório no sentido tanto de prevenir quanto de reprimir esse tipo de delito que vinha crescendo em nossa região.

extraderondonia

Imprimir

GOSTARÍAMOS DE OUVIR SUA OPINIÃO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui