CidadesEducação

MP entra com ação para prefeitura de Guajará-Mirim, RO, concluir reforma de escola infantil

Aulas foram suspensas há quase dois anos para suposta reforma, segundo a promotoria. Creche deveria atender pelo menos 130 crianças de 2 a 5 anos.

Escola Municipal de Educação Infantil Professora Zuleide Costa de Assumpção — Foto: Júnior Freitas/Arquivo/G1

O Ministério Público do Estado de Rondônia (MP-RO) entrou com ação civil pública, com pedido de liminar, para que o município de Guajará-Mirim (RO) apresente um projeto de recuperação e execução de todos os serviços não concluídos durante a obra da Escola Municipal de Ensino Infantil Zuleide Costa de Assumpção.

As aulas nessa escola municipal foram suspensas há quase dois anos para reparos nas partes elétrica, hidráulica e estruturais. Mas, segundo o MP-RO, a prefeitura da época “não demonstrou em nenhum momento real interesse em resolver os problemas da escola, argumentando apenas que os alunos foram transferidos para outra unidade educacional”.

Conforme informação divulgada nesta segunda-feira (11) pelo MP, a prefeitura de Guajará-Mirim tem o prazo de 30 dias para mostrar o projeto, refazer os serviços que foram executados de forma inadequada e os reparos necessários por causa dos quase dois anos de abandono. A escola deveria atender 130 crianças de 2 a 5 anos em turmas de períodos parcial e integral.

A intenção é que o local volte, com segurança, ao pleno funcionamento como instituição educacional infantil. O investimento necessário para recuperação total da escola deve ser comprovado e incluído no próximo orçamento anual de 2022. O G1 entrou em contato com a prefeitura de Guajará-Mirim, que tem nova gestão após as eleições de 2020, e aguarda retorno sobre a ação do MP.

Fonte: G1

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo