Destaques

Cabo da PM morre aos 57 anos, vítima da Covid-19 em Ouro Preto do Oeste

O cabo PM José Francisco da Silva da Reserva Remunerada da Polícia Militar, que trabalhou no quartel da 3ª Companha de Policiamento Ostensivo de Ouro Preto do Oeste 3ª Cia PO/OPO-2º BPM) faleceu na noite do último domingo (20/12), aos 57 anos, em decorrência de complicações de covid-19.

“Chico bala”, como era chamado por familiares e pelos amigos mais próximos, realizava tratamento de hemodiálise e acabou contraindo a covid-19 e vieram complicações graves causando a sua morte. O cabo PM também trabalhou por 2 anos no município de Vale do Paraíso e 1 ano no distrito de Santa Rosa.

José Francisco da Silva ingressou na Polícia Militar em 14 de abril de 1990 e sua promoção de soldado combatente para Cabo PM ocorreu no dia 3 de agosto de 2007. Cabo Francisco era pernambucano, natural de Garanhuns onde serviu o Exército brasileiro durante 7 anos. Ele deixa mulher e dois filhos.

Ao sair do Exército, Francisco da Silva trabalhou por 1 ano em uma empresa de transporte de valores (carro forte), e decidiu vir para Rondônia com a família, se instalando em Ouro Preto do Oeste.

A diretoria da Associação dos Policiais e Bombeiros Militares do ex-Território Federal de Rondônia (ASPOMETRON) emitiu Nota de Pesar pela morte do Cabo da Reserva Remunerada.

“As palavras neste momento se tornam tão vagas, e só basta pedir a Deus força para toda a família e amigos, para enfrentar esse momento tão difícil. Deixamos nossas condolências e solidariedade aos familiares pela irreparável perda”.

Fonte: Correio Central

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo