Baixo estoque de plaquetas pode colocar em risco iminente o tratamento de crianças com câncer em Porto Velho

No Dia Nacional do Doador de Sangue, comemorado nesta quinta-feira (25), o cenário é crítico: o baixo estoque de sangue e plaquetas colocam em risco iminente o tratamento de crianças e adolescentes atendidos na oncopediatria do Hospital de Amor, em Porto Velho.

Segundo a médica hematologista, Ana Carolina, o fluxo de crianças e adolescentes atendidos no hospital é muito grande para a quantidade de doações recebidas e por esse motivo o estoque de plaquetas está sempre baixo.

Atualmente existem 14 pacientes internados na enfermaria do hospital e quatro na Unidade de Terapia Intensiva (UTI). Crianças com menos de um ano até adolescentes de 18 anos são atendidos no Hospital de Amor.

Imprimir

GOSTARÍAMOS DE OUVIR SUA OPINIÃO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui