EconomiaFinançasPolíticaSão Francisco

Lebrinha guardava maços de 100 reais no forro de sua casa e Lebrão é filmado colocando a propina em sacos de lixo

PORTO VELHO – A Polícia Federal divulgou novos vídeos da ação dos agentes no cumprimento do mandado de busca e apreensão na residência da prefeita de São Francisco do Guaporé, Gislaine Clemente, popularmente conhecida como Lebrinha, durante a operação reciclagem, deflagrada nesta sexta-feira, 25. Ela é filha do deputado estadual Eurípedes Clemente, o Lebrão, que também está envolvido com a corrupção oriundo de extorsão a um empresário do ramo de coleta de lixo.

São imagens impressionantes e mostra que os novos corrutos instalados em postos de poder no serviço público são poucos criativos e utilizam os mesmos e já batidos expedientes de corruptos mais antigos, como guardar dinheiro no forro da residência.

O vídeo mostra um dos policiais entrando no forro da cozinha da casa da prefeita, onde ela guardava maços de notas de 100 reais. A polícia recolheu vários pacotes de notas de cem reais guardados no forro da casa da prefeita, que até então era tida como uma política séria e de sucesso, caminhando para encerrar seu segundo mandato como prefeita de São Francisco do Guaporé.

No total, segundo o delegado Flori Cordeiro de Miranda Júnior, que coordenou a operação Reciclagem, foram apreendidos nas casas dos acusados mais de R$ 3 milhões em dinheiro, joias e outros patrimônios nos municípios onde os mandados foram cumpridos.

Lebrão é filmado colocando dinheiro no saco de lixo

Deputado estadual em quarto mandato representando toda região da BR-429 que vai de Presidente Médici a Costa Marques e que tem em sua extensão os municípios de Alvorada do Oeste, São Miguel do Guaporé, Seringueiras e São Francisco (a toca dos lebres), além do distrito de São Domingos, o deputado Eurípedes Lebrão, pai da prefeita Gislaine Clemente também foi filmado recebendo propina do empresário do ramo de coleta de lixo que resolveu colaborar com a polícia para desmontar o esquema corrupto.

A operação Reciclagem realizada na sexta-feira, 25, em Rondônia pela Policia Federal desnudou um grande esquema de corrupção que abrangia quatro municípios do interior.

Entre os acusados de corrupção, além dos prefeitos Marcito Pinto (Ji-Paraná), Luizão do Trento (Rolim de Moura), Glaucione Rodrigues (Cacoal) e Gislaine Clemente, a Lebrinha (São Francisco). Também foi filmado recebendo propina o deputado conhecido como Lebrão, pai e mentor político da Lebrinha.

Lebrão foi filmado colocando maços de dinheiro de propina em um saco de lixo. Cena muito simbólica para quem roubava dinheiro exatamente da empresa contratada para recolher o lixo da cidade.

Como desfruta de imunidade parlamentar – que, se nesse caso, for usada para salvar o deputado das garras da Lei, poderá ser chamada de impunidade parlamentar – o deputado não teve pedida a prisão, mas sofreu busca e apreensão em seu gabinete.

Mas ele deverá enfrentar um processo ético disciplinar na Assembleia e poderá perder o mandato.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar