DestaquesGeralSaúde

Lenha na Fogueira – Festival Tambaqui da Amazônia vai ajudar pessoas com câncer




Zé Katraca

PORTO VELHO – Amanhã acontece o Festival Tambaqui da Amazônia em Rondônia. Neste domingo, 27, às 10h, em dez municípios de Rondônia, o Governo do Estado realiza o Festival Tambaqui da Amazônia na modalidade drive thru. O festival visa incentivar o consumo per capta de pescado em Rondônia e arrecadar recursos para entidades beneficentes. Ao todo serão assadas 4.600 bandas de tambaqui em Ariquemes, Pimenta Bueno, Rolim de Moura, Cacoal, Monte Negro, Triunfo, Itapuã, Ouro Preto d’Oeste, Vilhena e Porto Velho.

**********

Todo o valor arrecadado com as vendas será repassado paras as instituições: Lions Clube e Hospital de Amor da Amazônia.

**********

Em Porto Velho, serão assadas 300 bandas de tambaqui. A população poderá fazer a retirada do pescado na feirinha da Emater, localizada na avenida Imigrantes, 1313, próximo à avenida Farquar, na zona norte da capital. A Banda do peixe custa apenas R$ 15.

***********

Pra você que gosta dos desfiles das escolas de samba do Rio de Janeiro:

***********

Em reunião plenária na sede da Liga Independente das Escolas de Samba (Liesa), na noite desta quinta-feira 24, no Centro do Rio, os presidentes das escolas do Grupo Especial decidiram que não haverá desfiles em fevereiro de 2021.

************

O anúncio acontece ainda no período de quarentena da Covid-19 e sem uma informação concreta sobre a vacina.

***********

“Em função de toda essa insegurança, concluímos que esse processo tem que ser adiado. Estamos em permanente reunião. Não decidimos por cancelamento, mas nesse momento para fevereiro o desfile das escolas de samba não tem como acontecer.

***********

De julho pra cá muita coisa mudou. Seguimos aguardando a questão da vacina. Recebemos notícias diferentes que não nos dá condição de segurança nesse momento. O modelo tradicional de desfile demanda um tempo muito maior. Nossa luta é para não cancelar”, disse o presidente da Liesa, Jorge Castanheira.

**********

O dirigente também falou sobre a possibilidade da realização em outros meses de 2021.

***********

“Vamos tentar encontrar nos próximos meses alguma solução que aconteça em outra data, com respeito à saúde das pessoas, pensando em não atrapalhar o cronograma de 2022 também.

***********

Temos a expectativa de que em algum momento tenhamos uma resposta para as pessoas que dependem do carnaval. Em fevereiro está difícil. Mas estamos junto com o poder público buscando alternativas” finalizou Castanheira.

**********

Enquanto isso, em Porto Velho, até a presente data a Federação das Escolas de Samba – FESEC ainda não se posicionou a respeito dos desfiles das nossas escolas de samba em 2021.

**********

Acho que a falta de decisão da diretoria da Fesec aconteça em virtude da falta de apoio do poder municipal as Escolas de Samba de Porto Velho.

**********

Se o governo municipal não apoiou os desfiles este ano por simples “birra” do prefeito, que não concordou com a decisão dos vereadores, negando repassar o repasse indicado pelos representantes do Parlamento Mirim.

**********

No próximo ano (2021), dificilmente a Fesec conseguirá recursos para promover os desfiles, mesmo que sejam adiados até a população contar com a VACINA.

**********

O BLOCOS de trio também não se apresentarão no mês de fevereiro. Quer dizer, caso a Associação dos Blocos resolva realizar os desfiles, o evento deve acontecer no estilo Carnaval Fora de Época.

**********

Se eu fosse dirigente da Associação dos Blocos de Trio, cancelaria os desfiles de 2021. É o mais coerente.

**********

É melhor ficar sem CARNAVAL do QUE PERDER A VIDA para a COVID 19.

Por Silvio Santos

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar