DestaquesGeralJudiciárioJustiçaPorto Velho

Cestas básicas são entregues a grupos sociais que colaboram com projetos sustentáveis do TJRO




PORTO VELHO – Agricultores da região do Baixo Madeira, catadores de materiais recicláveis e familiares de pacientes em tratamento contra o câncer em Porto Velho, receberam, nesta sexta-feira, 19, cestas básicas doadas pelo projeto SOS Rondônia, uma força-tarefa de várias instituições, dentre elas o Tribunal de Justiça de Rondônia, para enfrentamento do impacto econômico da Covid-19, no Estado. Os beneficiados, que receberam as doações do Núcleo de Acessibilidade, Inclusão e Gestão Socioambiental – Nages, mantém parcerias com o TJRO em ações que buscam promover sustentabilidade e solidariedade.

As cestas arrecadadas pela campanha foram destinadas a agricultores familiares e catadores de material reciclável, que, em função da pandemia, tiveram suas atividades econômicas comprometidas, impactando na renda familiar. Os agricultores cadastrados pela Emater atuam no projeto que, desde o ano passado, promove uma feira livre no estacionamento do prédio do TJRO, com o objetivo de incentivar os servidores a uma alimentação mais saudável. A Feira Sabor do Norte teve início em 2019, com a participação de mais pu menos 50 feirantes e artesãos, com grande adesão dos servidores. Também foram prejudicados com a pandemia os catadores de materiais recicláveis, que vinham mantendo parceria, por intermédio de cooperativas, com o PJRO.

Outro parceiro do TJRO a receber a doação foi a Associação Voluntária de Combate ao Câncer (ACVV), que trabalha com a assistência aos familiares de pessoas em tratamento da doença no Hospital de Amor da Amazônia. A associação é alvo de uma campanha que alia solidariedade e sustentabilidade, a “Tampinhas do Amor”, que consiste em arrecadar tampas de garrafas e outros recipientes plásticos para reverter a venda do material reciclável aos pacientes.

A campanha teve início no mês de março, mas foi interrompida em função do isolamento social. “A mobilização do Tribunal, por meio de suas unidades, em iniciativas solidárias, tenta amenizar a penúria que tem atingido parte da população. Essa destinação é forma de demonstrar a responsabilidade do Judiciário Rondoniense perante essa comunidade”, ressaltou Maiara Ribeiro, coordenadora do Nages.

Com o slogan “Juntos, somos mais fortes”, a Campanha SOS Rondônia já destinou alimentos, produtos de limpeza e higiene para comunidades vulneráveis do Estado. A força-tarefa é idealizada pela Associação dos Magistrados de Rondônia, Associação do Ministério Público de Rondônia, Tribunal de Contas do Estado e Associação dos Membros da Defensoria Pública de Rondônia, com a parceria de mais instituições públicas, sindicatos e sociedade civil.

 

 

 

Fonte: Assessoria de Comunicação TJ-RO

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar