Pelé está com depressão e recluso em casa, segundo o filho Edinho

O Rei do Futebol, que completou 79 anos em outubro, passou por diversas internações em hospitais nos últimos anos


AF Agência France-Presse

(foto: AFP PHOTO/Yoshikazu TSUNO)

Fragilizado devido aos problemas no quadril, Pelé vive recluso e está abatido, revelou seu filho nesta segunda-feira (10/2).”Ele está bastante fragilizado em relação à mobilidade. Ele fez o transplante do quadril e não fez uma reabilitação adequada, ideal. Então, ele está com esse problema da mobilidade, que acaba acarretando uma certa depressão“, explicou Edinho ao site Globoesporte.com sobre o estado de seu pai.

Pelé comemorou seus 79 anos em outubro e tem se internado diversas vezes no hospital nos últimos anos.

“Ele não consegue andar normalmente. Só com o andador. Até melhorou um pouco em relação a essa época recente (em que apareceu de cadeira de rodas), mas ainda tem bastante dificuldade para andar”, acrescentou o filho do tricampeão do mundo.

“Imagina, ele é o rei, sempre foi uma figura tão imponente, e hoje ele não consegue mais andar direito. Ele fica muito acanhado, muito constrangido com isso”, disse Edinho.

Aparições raras

As aparições públicas de Pelé, considerado por muitos como o maior jogador de futebol da história, são cada vez mais raras.

Em abril de 2019, ele foi a Paris para participar de um evento comercial com o jovem craque francês Kylian Mbappé, mas teve que ser hospitalizado devido a problemas renais.

Pelé só tem um rim desde os tempos em que ainda era jogador. Uma costela quebrada durante uma partida atingiu seu rim direito, que acabou sendo removido.

  • Mas ele também sofre muito com os quadris, principalmente devido ao implante de uma prótese que teria sido, segundo uma equipe de médicos americanos, um “erro médico” cometido durante a cirurgia realizada no Brasil.

Além dos problemas de mobilidade e suas conseqüências no aspecto psicológico, Pelé “está indo bem” no nível físico, sublinhou Edinho na entrevista ao site.

A equipe de Pelé não respondeu aos pedidos da AFP nesta segunda-feira. A saúde do astro preocupa seus fãs há vários anos.

No final de 2014, ele já havia sido vítima de uma infecção urinária grave e colocado em tratamento intensivo e em diálise.

Edinho, de 49 anos e ex-goleiro do Santos, enfrentou uma série de problemas com a lei, com idas e vindas da cadeia depois de ter sido condenado a 13 anos de prisão por lavagem de dinheiro e tráfico de drogas.

correiobraziliense.com.br/

COMPARTILHAR

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA