MP faz operação contra roubo de combustível da Petrobras no Rio

Vazamento de gasolina de um duto da Transpetro, no Parque Amapá, Duque de Caxias. De acordo com a Transpetro, o vazamento foi controlado no mesmo dia e já vem sendo feito o reparo no duto.
Star Motos Multimarcas Cacoal

Por Agência Brasil Rio de Janeiro

Equipes do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco) do Ministério Público do Rio de Janeiro e da Polícia Civil cumprem hoje (5) sete mandados de prisão e 12 de busca e apreensão contra acusados de integrar uma organização criminosa que rouba petróleo e derivados de dutos da Petrobras, no Rio de Janeiro.

A Operação Sete Capitães é feita nos municípios de Carapebus, Quissamã e Macaé. Entre os integrantes da quadrilha, estão um policial militar, lotado no 32º Batalhão (Macaé), e dois vigilantes da empresa Transpetro, contratada pela Petrobras para fazer a segurança patrimonial dos dutos da empresa na região.

Todos são acusados de organização criminosa, corrupção passiva, corrupção ativa e furto qualificado.

Através de quebra de sigilo bancário e de interceptações telefônicas autorizadas pela Justiça, as investigações mostraram que o combustível roubado é levado para uma empresa no município de Rolândia, no Paraná.

Click Net Cacoal
COMPARTILHAR

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA